A dieta da sopa é um doa regimes mais conhecidos do Brasil e consiste em substituir uma ou mais refeições por um caldo, incluindo o consumo de alimentos leves e poucos calóricos durante o dia como frutas, iogurtes, carnes magras, chás além de muita água.

Muito utilizada por quem quer fazer um detox no organismo após um período de exageros com férias e festas de final de ano ou por quem quer perder alguns quilinhos para alguma ocasião especial, essa dieta foi desenvolvida para ser utilizada por pacientes do Hospital do Coração de São Paulo, mas nem todas as pessoas sabem disso.

Antes de fazer qualquer cirurgia no coração os pacientes precisavam emagrecer e então essa dieta passou a ser muito utilizada devido a sua alta eficácia para a perda de peso e seu sucesso foi tão grande que até foi criado o Dia da Sopa do Hospital do Coração.

Além da conhecida dieta da sopa do Hospital do Coração existem outras variações dessa dieta, mas que de um modo geral a única diferença entre elas é a receita como a da sopa de repolho por exemplo.

No entanto, é importante destacar que apesar dessa dieta ser capaz de promover uma perda de peso rápida, isso não quer dizer que seja apenas a gordura que está sendo eliminada, mas também água e músculos.

dieta da sopa

Entenda como a dieta da sopa funciona

A dieta da sopa, como dito anteriormente, tem como finalidade substituir uma ou mais refeições do dia (almoço e jantar) de preferência por um caldo, algumas pessoas mais radicais substituem até mesmo as refeições intermediarias (lanches) além das principais pelos caldos, o que torna esse regime ainda mais restrito e difícil de ser seguindo por mais tempo.

Nessa dieta bater as sopas no liquidificador é proibido pois tanto as verduras quanto os legumes precisam estar em pedaço maiores pois é necessários promover a mastigação e como forma de acrescentar sabor ao preparo é permitido incrementar as sopas com frango, carnes, ovos, atum, aveia, queijos e purê de batatas.

Durante essa dieta é permitido consumir também sopas industrializadas, porém as cremosas devem ser evitadas e para deixa-las com um valor nutricional mais alto pode-se adicionar vegetais frescos em pedaços.

Na dieta da sopa alguns tipos de alimentos não podem ser adicionados durante o preparo que é o caso das leguminosas como feijão, lentilha, ervilha e grão de bico além das massas, arroz e o pão utilizado com acompanhamento tem o consumo proibido.

Alimentos permitidos na dieta da sopa

Sem dúvidas uma das grandes vantagens da dieta da sopa é alto consumo de verduras e legumes que são ricos em vitaminas e minerais essenciais para manter o bom funcionamento do corpo e seus adeptos consomem esses alimentos entre os ingredientes das sopas estando de acordo com a recomendação de 3 porções por dia.

Apesar da ideia dessa dieta seja de consumir sopas e caldos risco e equilibrados em valor nutricional, porém com baixas calorias nas principais refeições do dia, isso não quer dizer que é permitido usar tudo o que estiver disponível na geladeira, colocar em uma panela e cozinhar, pois, isso pode tornar o preparo bem mais calórico.

O ideal é escolher entre um tubérculo ou uma raiz com a batata, batata doce, inhame, mandioca e mandioquinha e até 3 variedades de legumes e verduras como a couve, acelga, repolho, espinafre, abobora, chuchu, aipo, cenoura entre outros, além de ser permitido acrescentar 1 tipo de proteína animal como carnes magras ou peito de frango.

Todos os ingredientes escolhidos para a preparação da sopa devem estar cozidos e não podem ser batidos, porém eles podem ser amassados ou levemente processados desde que fiquem em pedaços grandes, isso permite a conservação das fibras e dessa forma há o estímulo da mastigação o que ajuda a trazer a sensação de saciedade.

Os acompanhamentos como o queijo parmesão ou croutons devem ser substituídos por sementes como chia girassol e abóbora ou então até mesmo granola salgada além disso um ponto muito importante é sempre aproveitar a água que os vegetais forma cozidos pois nela há uma grande concentração de propriedades nutricionais.

dieta da sopa

Mas afinal, a dieta da sopa emagrece mesmo?

A dieta da sopa limita muito a ingestão de calorias por tanto deve seguida de 7 até 1 mês no máximo , então sim ela emagrece tanto pela restrição calórica quanto pela eliminação do líquidos retidos no corpo permitindo secar cerca de 3kg por semana de forma segura.

Mas para isso toda a alimentação do dia incluindo o café da manhã, os lanches a até os líquidos devem ser escolhidos cuidadosamente a fim de evitar um maior consumo calórico ou picos de fome o que pode atrapalhar processo de emagrecimento, por isso durante esse período é importante evitar alimentos industrializados e temperos prontos, além de reduzir o sal nos preparos.

Dieta da sopa e seus benefícios

A dieta da sopa traz diversos benefícios para a saúde como todo pois conta uma serie de vitaminas, minerais e antioxidantes que promovem o aumento do bem-estar geral, entre os principais deles estão:

– Eliminação de toxinas

– Diminuição da celulite

– Melhora da aparência da pele

– Melhora do trânsito intestinal

– Aumento da disposição e do humor

– Combate ao envelhecimento das células

dieta da sopa

A dieta da sopa é segura?

A dieta da sopa é segura, porém devem ser respeitados alguns limites como por exemplo o tempo que deve ser seguida que deve ser de até 1 mês e que haja um equilíbrio de nutrientes nos preparos isso garante uma boa nutrição evitando fraquezas ou um emagrecimento exagerado.

Além disso essa dieta não é indicada para pessoas com algum distúrbio alimentar pois sua alta restrição pode ocasionar quadros de compulsão, para pessoas que praticam exercícios físicos regulares e intensos, gestantes, crianças, idosos ou que fazem algum tipo de tratamento de saúde.

Algumas pessoas podem sentir tontura, cansaço, dor de cabeça ou notar queda de cabelo, unhas fracas, alterações de pele pois o organismo usa toda a reserva de nutrientes para obter energia.