A linhaça é uma semente que traz diversos benefícios ao organismo, dentre os quais prevenir aparecimento de tumores, funciona como repositor hormonal para mulheres na menopausa e também controla os níveis de colesterol.

Mas você conhece a composição da linhaça dourada e o que faz com que essa semente seja tão extraordinária para nosso organismo?

Alta eficácia

Ela consegue ser tão eficaz porque tem uma composição perfeita de proteínas, fibras, carboidratos e gorduras.

Especificamente, poderíamos distrinchar em números aproximados, e ficaria da seguinte forma:

  • 28% de sua composição são fibras
  • 4% são resíduos diversos
  • 6% são referentes aos carboidratos
  • 21% é o percentual de proteínas
  • 41% é o total de gordura presente

Essa é a combinação que faz com que a linhaça possa reduzir níveis de colesterol, auxiliar na menopausa e reduzir o surgimentos de tumores.

Como contêm gorduras importântes para o organismo, como os ômegas 3 e 6, fibras e minerais, ainda contribui para melhorar e fortalecer o sistema imunológico.

Linhaça dourada qual a composição

Auxilia no combate de doenças

Pode ainda atuar no combate da diabetes, acne, anemia, sistemas digestivo e circulatório, além de controle hormonal. É importante triturá-la antes de consumir.

A linha dourada é muito mais comum em regiões de tempo frio, e são encontradas com dificuldade no Brasil. Na culinária, o óleo é extraído podendo ser usado ainda para criação de produtos de beleza.

As sementes de linhaça são consideradas um alimento funcional por sua composição nutricional promover benefícios à saúde.

Elas ainda possuem elevado teor lipídico, e são fontes vegetais riquíssimas em proteínas. O ômega 3 presente na linhaça dourada, atua no organismo alterando mecanismos responsáveis por funções importantes.

Linhaça dourada qual a composição

Composição complexa

A linhaça é capaz de agir na permeabilidade da membrana que está relacionada à insulina, sendo assim uma aliada muito eficaz no combate e controle da diabetes.

Sua composição conta com altos índices de fibras solúveis, ferro, potássio, magnésio, cálcio e fósforo.

Por ser melhor adaptada ao cultivo no frio, no Brasil, é uma cultiva de inverno, e em regiões mais frias, como o norte do Rio Grande do Sul.

Tem um ciclo de produção curto, sendo necessários apenas 150 dias desdo o plantio até a colheita.

Além de composição direcionada à benefícios para a saúde, a linhaça também é utilizada na indústria onde pode ser aproveitada como componente de tintas, vernizes e corantes.

Como fins medicinais, estudos da Universidade de Toronto, no Canadá, indicam que ela atua na prevenção do câncer de mama, devido a um componente de sua fórmula chamado lignana, que tem propriedade similares às do estrogênio, hormônio feminino.

Pode ser consumida de diversas formas e pode ainda ser inserida como um ingrediente complementar em variados pratos.

Seu consumo não tem restrições, mas deve ser feito com moderação para evitar que haja efeito contrário e traga prejuízos à paciente.

É possível afirmar que a composição da linhaça dourada é de alta complexidade e por isso consegue reunir os mais variados benefícios, sendo eficaz desde a melhora da regulação intestinal até situações mais complexas como a prevenção de diversos tipos de câncer.